Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



26
Abr15

Duas Semanas

por P.R.

Duas semanas de Angola.

Fez ontem duas semanas que dei os primeiros passos neste país de contrastes.

A partida foi dura, foi emotiva, foi difícil.

Foi duro deixar as pessoas que mais amo, as pessoas a quem eu mais quero e faço bem para trás e embarcar numa aventura a solo, numa aventura num país diferente, com pessoas diferentes, um clima diferente, tudo diferente.

Foi duro abraçar os meus pais e dizer-lhes até já, assim como foi duro dar um beijo de volto já à MM, como se fosse apenas ali e daqui a pouco voltasse para junto dela.

Não tive a pessoa que me agarrava na mão sempre que o avião levantava.

Não tive ninguém a quem relembrar vezes sem conta que detesto alturas.

Foram 8 viagens de muitos “ses” e de muito pensar.

E depois lá ao fundo comecei a ver as barracas, ou os musseques como os angolanos lhes chamam.

Aí tive a primeira chamada para a realidade de que afinal estava mesmo a chegar a África.

A segunda chamada para a realidade foi o momento de saída do avião.

Aquele bafo a calor e humidade é algo que nunca me irei esquecer.

Depois foram apenas tratar dos procedimentos legais e finalmente ir para o condomínio onde me esperavam os futuros colegas de trabalho.

Apesar de ter sido muito bem recebido, de fazerem de tudo para que eu me sinta bem e esteja integrado, a verdade é que falta muito em mim…

Falta-me tanto… Sinto a falta de tanto…

Os primeiros dias foram muito dolorosos… É que além de finalmente ter caído na realidade, tive 3 dias praticamente sem poder comunicar para Portugal, mandando apenas uma ou outra mensagem a dizer que estava tudo bem…

Mas sinto a falta de tanto…

Do “anda”…

Do “tens pizza no frigorifico para quando fores lanchar”…

Do “vamos comer uma coisa boa?”…

De adormecer ao teu lado…

De adormeceres ao meu lado…

De sair de tua casa pouco antes do teu pai se levantar para ir trabalhar…

De me enroscar em ti enquanto dormias…

Um dia disseram-me que só tínhamos noção do que sentíamos por alguém e do quão importante as pessoas são para nós quando as perdíamos ou quando deixávamos de as ter junto a nós, e a verdade é que nem eu tinha noção que gostava tanto de ti MM, do quanto és mais do que parte de mim, do quanto sinto a falta de ti em todas as formas possíveis e imaginárias..

Sinto-me um autêntico sortudo por ter a família que tenho, por ter a namorada que tenho, por ter pessoas do meu lado que me ajudam a suportar esta ausência.

 

Sinto falta de tanto… Sinto tanta falta ti… Sinto tanto a falta de vocês todos…

...um sentimento de nostalgia invade o meu corpo! Acho que só agora tomei consciência do passo que estou a dar, do quanto me vai custar estar longe de todos aqueles que amo e me fazem bem... Se dúvidas ainda houvessem, ontem e hoje todas se dissiparam,pois sem sombra de dúvida tenho a melhor família do mundo... E não poderia ter melhor pessoa ao meu lado como tu MM... Vais me fazer tanta falta... És a mulher da minha vida, e eu, AMO-TE mais do que MUITO!!! Vou ter tantas, mas tantas saudades..


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2021
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2020
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2019
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2018
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2017
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2016
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2015
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ


subscrever feeds